Como funciona o Empréstimo Consignado do Auxílio Brasil

0

Em tempos de dificuldades financeiras, muitas pessoas fazem empréstimos. No mercado, o empréstimo consignado se destaca com taxas de juros mais baixos.

Recentemente, o governo passou a disponibilizar esse tipo de crédito aos beneficiários do Auxílio Brasil. 

Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.
Parabéns! Você está inscrito. Enviamos um e-mail para você com a confirmação.

Receba todas as Notícias em primeira mão!


Anteriormente, o empréstimo salarial era limitado a aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), servidores públicos e empregados do setor privado.

Agora os beneficiários do Auxílio Brasil também podem solicitar a opção de crédito. Nesse caso, os valores são descontados diretamente da folha de pagamento pelo Ministério da Cidadania. Depois disso, os valores são encaminhados ao banco que ofereceu o empréstimo salarial ao beneficiário. 

O que é um empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é um tipo de empréstimo onde as parcelas são descontadas diretamente do salário ou folha de salário. As taxas de juros são geralmente mais baixas do que outras opções de empréstimo. 

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Isso porque há pouco risco para os bancos credores – já que as parcelas são descontadas automaticamente. Portanto, os clientes não precisam fazer pagamentos manualmente. 

Na prática, quando o empréstimo salarial é contratado, parte da renda mensal fica comprometida antes que os valores cheguem à conta do cidadão.

Via de regra, os valores oferecidos e o número de parcelas são determinados pelo banco após uma análise de crédito. A instituição leva em consideração o perfil financeiro e a capacidade de crédito das pessoas. 

Vale lembrar também que o empréstimo salarial só pode ser solicitado se o empréstimo específico tiver convênio com a fonte pagadora (privada, pública, INSS ou empresa estatal no caso do empréstimo salarial Auxílio Brasil).

Como funciona o empréstimo consignado Auxílio Brasil?

Como funciona o empréstimo consignado nesta terça-feira (27), o Ministério da Cidadania liquidou o empréstimo consignado do Auxílio Brasil. Dessa forma, os bancos credenciados pelo Estado já podem oferecer essa opção aos clientes. 

O regulamento define que a modalidade de empréstimo terá um limite de juros de 3,5% por mês. Dependendo das negociações do banco com o beneficiário, esse teto pode ser ainda menor. 

De acordo com a lei que criou o empréstimo, os beneficiários podem solicitar até 40% da parcela definitiva de R$ 400 do Auxílio Brasil. Assim, os brasileiros podem descontar até R$ 160 mensais do empréstimo – em um prazo de até 24 meses.

Segundo o governo, o empréstimo consignado Auxílio Brasil visa permitir que as famílias se beneficiem do programa. atualmente sem acesso ao crédito, pode se reorganizar financeiramente, buscar autonomia e agir. 

Além de garantir o acesso ao empréstimo, o Ministério da Cidadania informa que vai realizar medidas de literacia financeira. Ao final do empréstimo, os beneficiários devem responder a um questionário que mede seu conhecimento sobre o assunto e sua capacidade de administrar os valores.

Vale ressaltar também que com o crédito consignado Auxílio Brasil, as instituições financeiras não podem se envolver, a Taxa de Aprovação de Empréstimo (TAC) – além de outras taxas administrativas. Também é vedada a fixação de carência para início do pagamento dos pagamentos do Auxílio-Brasil.

Caso tenha interesse em solicitar o Empréstimo Consignado do Auxílio Brasil, tome alguns cuidados 

De qualquer forma, antes de fechar o empréstimo consignado Auxílio Brasil, os interessados ​​devem verificar a viabilidade de celebração do contrato. Mesmo com limite de juros, esta opção é cobrada em relação a outros métodos de envio. 

Leia também:

De acordo com dados do banco central, os empréstimos salariais para profissionais do setor público tiveram uma taxa de juros média de 1,7% em junho. Para o setor privado, a taxa foi de 2,71. Para aposentados e pensionistas do INSS, a nota média foi de 1,97. 

Além disso, de acordo com as regras do Empréstimo Salário Auxílio Brasil, se o benefício for extinto, o Empréstimo Salário não será extinto. Por isso, o interessado deve se organizar para que os pagamentos sejam feitos em dia para evitar imprevistos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Ok Ler mais