Nova Isenção do Imposto de Renda é aprovado pela Justiça?

0

O STF aprovou por unanimidade uma nova isenção do Imposto de Renda (IRPF). Nenhum imposto é cobrado sobre mantimentos ou pensão alimentícia.

Para tomar a decisão, os ministros se baseiam no direito de família e indeferiram o pedido de efeito retroativo dessa decisão. 

Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.
Parabéns! Você está inscrito. Enviamos um e-mail para você com a confirmação.

Receba todas as Notícias em primeira mão!


Ao votar o projeto de lei que trata da isenção do imposto de renda em relação a pensão alimentícia ou mantimentos, o STF tomou decisões muito importantes. Por exemplo, o indeferimento do pedido de retroatividade estabeleceu que a regra se aplicava aos benefícios anteriores. A União havia solicitado que o IRPF não fosse recolhido dentro do limite de isenção, mas esse pedido também foi indeferido pelo STF.

Para maior clareza, o Governo solicitou que as pessoas que já pagaram o IR sobre esse lucro não sejam beneficiadas. A alegação era que se esse público pedisse o ressarcimento dos valores pagos, seria necessário desembolsar R$ 6,5 bilhões considerando este ano e os cinco anos anteriores.

Quando o governo pediu que a isenção do imposto de renda fosse limitada ao teto, exigiu que qualquer coisa acima de R$ 1.903,98 pudesse ser tributada. Como já mencionado, ambos os pedidos foram posteriormente indeferidos pelo STF. A decisão do STF foi tomada em junho deste ano, mas 3 ministros rejeitaram o projeto. 

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Agora, os 11 ministros aprovaram a emenda, argumentando que a cobrança do imposto sobre os lucros da alimentação prejudicaria os direitos e interesses fundamentais das pessoas vulneráveis. 

O ministro Dias Toffoli afirmou que não havia motivos razoáveis ​​para reverter a decisão já tomada pelo STF. E enfatizou que a base do pagamento da pensão alimentícia é a dignidade da pessoa humana e um de seus pressupostos é a carência dos beneficiários.

Impacto da Nova Isenção do Imposto de Renda 

A partir de agora, o governo deve deixar de arrecadar R$ 1,05 bilhão por ano com a isenção do imposto de renda para pagamentos de pensão alimentícia. 

A estimativa é do Ministério da Fazenda Federal com dados do Ministério Público (AGU). Acontece que as implicações fiscais para o erário público podem ser ainda maiores. Nesse caso, como já mencionamos em Considerando os últimos cinco anos, as despesas relacionadas a isso podem chegar a cerca de R$ 6,5 bilhões.

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Ok Ler mais