Auxílio Brasil de R$600 e Bolsa Caminhoneiro de R$1.000 é Aprovado na Câmara

2

O aumento do Auxílio Brasil para R$600 e o Bolsa Caminhoneiro de R$1.000 teve seu texo base aprovado com folga na Câmara dos Deputados em Brasília por 469 votos a favor, 17 contra e 2 abstenções.

Na noite desta quarta-feira (13), a Câmara dos Deputados decidiu aprovar o texto básico da proposta de emenda constitucional, que só criará e ampliará benefícios sociais (Auxílio Brasil, Bolsa Caminhoneiro, etc) até o final do ano após o término das eleições.

Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.
Parabéns! Você está inscrito. Enviamos um e-mail para você com a confirmação.

Receba todas as Notícias em primeira mão!


A proposta de emenda constitucional foi aprovada sem tropeços no primeiro turno nesta terça-feira (12) – foram 393 votos a favor, 14 contra.

Em seguida, os parlamentares começaram a debater a ênfase que retirou o texto do estado de emergência, mecanismo que permitirá ao governo federal criar e aumentar benefícios previdenciários em ano eleitoral.

O presidente da Câmara, Arthur Lira, dos Progressistas, interrompeu a discussão e encerrou a sessão.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Ele afirmou que os parlamentares estavam com dificuldades para votar pelo sistema de votação remota e pediu uma investigação imediata da Polícia Federal para apurar as falhas.

Investigadores da PF foram ao prédio da Câmara e decidiram abrir uma investigação.

Auxilio Brasil + Bolsa Caminhoneiro; Como vai ser?

  • Reajuste de R$ 400 para R$ 600 reais do Auxílio Brasil
  • Inclusão de mais 1,6 milhão de famílias que aguardam na fila do programa
  • Aumento do valor do vale-gás
  • Criação de um auxilio mensal de R$1.000 para 900 mil caminhoneiros autônomos
  • Auxílio para taxistas, sem valor definido

O custo total das medidas chega a R$41,2 bilhões.

Arthur Lira chegou à Câmara na madrugada desta quarta-feira (13) para discutir a retomada da votação com lideranças de base e da oposição em meio a divergências sobre o rito a ser seguido.

A sessão foi reaberta pouco antes das 11h. Lira leu um relatório do gerente geral da Câmara sobre os bugs no sistema de internet.

Veja também:

As duas empresas que prestam o serviço disseram que estão investigando o ocorrido. Um deles já informou que houve uma ruptura no cabo de fibra ótica e o problema se espalhou para outras áreas do Distrito Federal.

Pouco depois, Arthur Lira atendeu a um pedido da oposição: a sessão foi encerrada e outra aberta 20 minutos depois, com nova contagem de presenças dos parlamentares.

O presidente da Câmara também publicou dois Arquivos da Mesa: um que permitirá que os parlamentares registrem sua presença nesta quarta-feira (13) mesmo sem estarem presentes no Congresso – atualmente o credenciamento remoto só é permitido às segundas e sextas-feiras.

Às 19 horas, a PEC foi aprovada em segundo escrutínio com 469 votos a favor, 17 contra e 2 abstenções.

Agora o pacote vai passar no Congresso e o governo pode pagar os benefícios do Auxílio Brasil, Auxilio Caminhoneiro e demais em cinco parcelas de 1º de agosto a 31 de dezembro.

2 Comentários
  1. Rakeline Alves Teixeira Diz

    E os das maes solteiras nao aprovaram ? Isso sera um absurdo

  2. Renato Vieira Diz

    Finalmente a classe dos caminhoneiros estão sendo beneficiada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Ok Ler mais