INSS agora concede pensão por invalidez sem auxílio-doença

3

Por decisão do Tribunal de Justiça Federal, foi decidido que o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) está alterando as regras de concessão da pensão por invalidez.

Faz isso liberando o pagamento deste benefício sem a solicitação do cidadão e pagando as parcelas do auxílio-doença.

Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.
Parabéns! Você está inscrito. Enviamos um e-mail para você com a confirmação.

Receba todas as Notícias em primeira mão!


A emenda foi publicada em 30 de junho. Agora o INSS tem 30 dias para alterar as formas de concessão da pensão por invalidez, também conhecida como pensão por invalidez permanente. Trata-se de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF) em 2021.

Na ocasião, o MPF solicitou ao INSS que não considerasse mais o auxílio-doença necessário regra de redundância na aposentadoria.

De fato, já em 2015, o Ministério Público havia aberto uma investigação sobre o impedimento dos cidadãos de requererem diretamente uma pensão por invalidez Os interessados ​​em conceder um benefício específico serão impedidos de fazer seu pedido.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Com Pela nova regra, se o INSS não atender ao pedido em 30 dias, será aplicada multa de R$ 1 mil por dia.

Pedido de aposentadoria do INSS por invalidez

Hoje, o auxílio-doença é pago a partir do 15º dia de férias no trabalho civil. Antes disso, o empregador tem que pagar o salário do empregado.

Às vezes, o auxílio-doença, chamado de auxílio-doença de curta duração, é pago por um determinado período de tempo e não por toda a vida. No entanto, a pensão por invalidez pode ser paga por tempo indeterminado.

Veja também:

No entanto, o segurado deve realizar um exame médico a cada dois anos para comprovar que ainda está dependente do salário de velhice.

Fica estipulado que a solicitação de atuação deve ser feita pelos canais do INSS, sem a necessidade de presença pessoal. Via:

  •  Site ou aplicativo Meu INSS;
  • Central de atendimento: Telefone 135.

Online, o pedido deve ser feito após o login com os dados do Gov.br. Clicando em Nova Solicitação e preenchendo os formulários necessários.

O requerente deve passar por uma avaliação médica, que é feita presencialmente e agendada através de um dos canais da Segurança Social.

3 Comentários
  1. Bruno Diz

    sou cadeirante e tenho uma doença rara , tô em busca de me encostar por invalides faz tempinho já mas vai dar certo amem

  2. Daniel Custodio Diz

    Fui indeferido na pericia do inss a 1 ano entrei com recurso que está em análises a 11 meses. Aposentadoria por invalides Parcial. Nervo C7 Prejudicado parcial lado esquerdo.

    Espero ser defirido pelo inss depois de 34 anos de previdência.

    Esperar é muito ruim estando sem condição para trabalho.

  3. Carlos Alberto de lima Diz

    Beneficiado pelo INSS desde 2007 devido acidente na empresa reconhecido pela justiça do trabalho após duas cirurgias de coluna sem retorno ao trabalho a empresa através de acordo me mandou embora alegando baixa definitiva estou a nove meses de alta do INSS sem reconhecimento da perícia federal nem judicial estou sem receber sem retorno ao trabalho devido saúde com a documentação de baixa definitiva da empresa e não sei o que fazer alguém pode me ajudar?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Ok Ler mais