Bolsonaro Promete Acabar com a Fila no Auxílio Brasil

0

Jair Bolsonaro (PL), que aspira a ser o presidente reeleito do país, está investindo no programa de transferência de renda criado durante seu mandato, o Auxílio Brasil. A novidade foi a promessa de que mais 500 mil famílias seriam admitidas pelo segundo escrutínio em 2022, que acontecerá no dia 30 de outubro. Hoje, mais de 21 milhões de famílias brasileiras já são beneficiadas. 

Na última terça-feira (4), o governo federal anunciou que mais de 500 mil famílias seriam admitidas no Auxílio Brasil. Este é o público que está atualmente na fila para receber o salário do programa, mas não foi incluído até então por falta de orçamento. Este é o segundo grupo de matrículas aprovado pelo governo em um mês.

Não foi possível salvar sua assinatura. Por favor, tente novamente.
Parabéns! Você está inscrito. Enviamos um e-mail para você com a confirmação.

Receba todas as Notícias em primeira mão!


450 mil novas famílias foram admitidas em setembro, com a adição deste novo grupo o programa atenderá 21,13 milhões de famílias que vivem ali em situação de vulnerabilidade. Além desse investimento, o governo Bolsonaro aprovou o empréstimo salarial do programa, antecipando o cronograma de pagamento de outubro, pagando R$ 600 por mês e prometendo o 13º salário para as mulheres. 

O atual presidente quer ser eleito e disputa o cargo com Luís Inácio Lula da Silva (PT), que ficou em primeiro lugar na apuração final do primeiro escrutínio com 48,4 votos válidos. Enquanto Jair Bolsonaro ganhou 43,2%, com o maior favoritismo vindo dos estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Enquanto o Nordeste brasileiro escolheu Lula e lhe deu a maioria de seus votos. A situação preocupa a atual equipe do governo, pois são os estados nordestinos que recebem 47% dos recursos pagos pelo Auxílio Brasil. E embora tenha havido investimento nesse programa, ele foi ineficaz nas eleições.

Clique aqui e aperte o botão " Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Quem vai ingressar no Auxílio Brasil?

A ideia é que, com a nova admissão de 500 mil famílias no Auxílio Brasil, a lista de espera seja finalmente reduzida a zero. É possível financiar essas novas adições à medida que uma PEC (proposta de emenda constitucional) for aprovada, liberando R$ 26 bilhões para investir nesse serviço. 

Agora são elegíveis as famílias que estão no Cadastro Único e atendem aos seguintes requisitos: 

  • Ter renda máxima de R$ 105,00 por pessoa, estão na linha de extrema pobreza; 
  • Têm renda máxima de R$ 210,00 por pessoa, desde que tenham esposas grávidas e filhos que estejam na linha da pobreza.

Para saber se pode entrar no programa o cidadão pode acessar o App Auxílio Brasil e será notificado da sua aceitação no programa na primeira página ao fazer o login. Ou no app Caixa Tem ao consultar o saldo no Extrato. Outra opção é ligar para o 111 da Caixa ou 121 do Ministério da Cidadania.

Leia também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Ok Ler mais